Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/08/19 às 15h08 - Atualizado em 1/08/19 às 15h08

Estrutura do viaduto da EPTG com a EPCT começa a ganhar forma

COMPARTILHAR

Obra de 5,2 milhões vai desafogar trânsito em Taguatinga. Local passará a ter 11 faixas para a circulação de veículos

 

Após o lançamento do perfil e instalação das treliças, no último final de semana, as obras do viaduto da EPTG/EPCT, próximo de Taguatinga, avançam para a fase de implantação do tabuleiro que irá formar as novas faixas da principal via da região. 

 

Quem passa pelo local já pode ver a armação do tabuleiro e o assoalho de madeira que está sendo instalado. “A obra está dentro do cronograma previsto. Estamos satisfeito com o ritmo dos serviços e a expectativa é entregar o mais breve possível à população“, explicou Sérgio Lemos, subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de Obras.

 

Arte: Édipo Torres

 

As obras de alargamento do viaduto da Estrada Parque Taguatinga Guará (EPTG) e da Estrada Parque Contorno (EPCT) foram retomadas em junho. 

 

Atualmente, os dois viadutos têm 60 metros de extensão – sendo três faixas em cada sentido, totalizando 20m de largura. Após a conclusão dos serviços, os viadutos serão unificados e passarão a ter 41,80m de largura. 

 

Serão 11 faixas para a circulação de veículos: cinco faixas no sentido Plano Piloto e quatro no sentido Taguatinga, além de duas centrais para ônibus, com largura de quatro metros.

 

A nova parte do viaduto será construída no vão central entre as vias existentes, que possui atualmente 19m de largura. “Será construída em concreto protendido e terá 33,60m de comprimento”, lembra o secretário.